Seja bem-vindo ao Melissa Benoist Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz Melissa Benoist, mais conhecida por interpretar a Supergirl na serie homônima. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu acima e divirta-se com todo o nosso conteúdo. Esperamos que goste e volte sempre!
04.05.20

A estrela de Supergirl chegou firme atrás da câmera para liderar o episódio de 3 de maio, “Deus Lex Machina”, um episódio inteligente, com um ritmo inteligente e emocional, na qual conseguimos ver exatamente por que o mundo acha que Lex Luthor (Jon Cryer) é um herói, refazendo seus planos secretos desde a Crise nas Infinitas Terras.

Ao longo do caminho, há uma situação de SuperCorp que toca no coração, um engano de proporções assassinas e o retorno de um marciano que realmente esperávamos que durasse mais tempo.

Aqui, a infinitamente brilhante (e possivelmente sobre-humana) Benoist – que está esperando seu primeiro filho com o marido Chris Wood [Mon-El] – se abre sobre o terror de fazer sua estréia na direção, a alegria de trabalhar com sua família de set e como ela está gastando seu tempo agora que a produção terminou na temporada.

 

Hey Melissa! Há tantas coisas que precisamos parabenizá-la. Primeiro, o casamento, depois o bebê, e agora sua estréia na direção. Que ótimo ano!

Risos ] Muita coisa está acontecendo.

 

E honestamente, sinto que você conseguiu um dos últimos bons. Aquele cara, Chris Wood, uau. Eu conversei com ele talvez no ano passado por sua iniciativa de saúde mental – IDONTMIND e sim …

Ele é realmente um bom partido. Sim, ele tem um coração incrível. [ Risos ]

 

E como você está se sentindo? Você está bem longe agora, certo?

Estou chegando lá. Sim. Eu me sinto bem. É um momento estranho para engravidar, com certeza. Mas estou me apegando e não sou a única, não estou sozinha, então é reconfortante saber disso.

 

Então, com essa coisa de diretora, quando você começou a trabalhar nesse episódio?

Foi um pouco depois do crossover. Comecei a trabalhar nisso diretamente após o hiatus de Natal, após as férias. Então, em janeiro, eu peguei meu script, comecei a preparar e, em seguida, meio que entramos nele.

 

Você fez o programa de diretor da Warner Bros. como Katie Cassidy e Caity Lotz ?

Sim, eu não consegui fazer o da Warner Bros, mas fiz o curso DGA, do qual gostei muito e realmente aprendi muito. E então eu havia observado um de nossos diretores residentes, nosso diretor de produção, Jesse Warn. E então, obviamente, apenas sabendo que eu estava indo nisso, dia após dia, eu estava realmente prestando muito mais atenção do que normalmente faria no set para todos que dirigiram antes de mim nesta temporada.

 

Isso era algo que você queria fazer por um tempo?

Sabe, eu realmente queria fazer isso na quarta temporada e não consegui porque acabei indo a Nova York para fazer Beautiful na Broadway. Então isso atrapalhou porque eu não fui capaz de fazer o curso e não fui capaz de fazer observar. Por isso, adiamos para a 5ª temporada … Faz muito tempo!

 

E este episódio permite que você faça tudo. Você consegue ótimas coisas de ação, coisas pessoais e momentos dramáticos … você até usa flashbacks e incorpora o passado para preencher alguns espaços em branco. O que você achou quando recebeu esse script?

Além de sentir puro terror? [ Risos ] Fiquei muito, muito assustada com isso e muito intimidada. Também foi ao mesmo tempo realmente emocionante de ler. Acho que alguns dos nossos melhores episódios de Supergirl são quando vemos Lex. Já fizemos isso uma vez antes na quarta temporada com Red Daughter, em que conversamos com Lex e o que ele está fazendo. É realmente como se ele fosse o herói do episódio, então fiquei tão empolgada que consegui um deles. E que eu trabalhei com Jon Cryer tão de perto. É um episódio enorme. Nós vamos por todo o mundo. Estamos no espaço sideral. Há ação, há toneladas de emoção … não ditas e faladas.

 

Há uma cena incrível entre você e Katie McGrath que é dolorosa de assistir. A tensão entre Kara e Lena … você quer que essas duas se resolvam, mas onde elas estão agora, elas não podem. Eu estava tipo “Oh meu Deus, isso é de partir o coração”.

Sim. No topo de tudo o que está acontecendo com Lex e de todas as maneiras que ele está manipulando as pessoas, eu senti que tinha essa cena que era o ponto crucial desse campo de batalha que essas duas mulheres estiveram em toda a quinta temporada. Era como o equilíbrio, aquele momento singular, não foi?

 

Eu não quero que nenhum delas esteja errada, porque eu posso ver o lado de Lena, todos nós fomos machucados assim. Mas também posso ver o lado de Kara e definitivamente o lado de Supergirl … se você vai agir como uma vilã, você é uma vilã!

Sim, eu sei! [ Risos ]

 

Como estava dirigindo Cryer?

Um sonho. Eu nem imaginava que minha primeira experiência em dirigir um episódio de televisão fosse trabalhar tão de perto com Jon Cryer, e eu adoro começar por trabalhar com ele como ator no programa. Ele é alguém que tem muito mais experiência do que eu nesse ramo, que é tão conhecedor e um ator tão inteligente e intuitivo. Ele faz o trabalho dele. Ele adora interpretar esse personagem. Eu me senti mimada. Eu realmente fui.

 

Quão difícil foi editar o episódio? Deve ter sido impossível escolher entre duas ou três tomadas com ele.

Sim, isso foi muito difícil e, mesmo enquanto filmamos, eu sabia que seria. Ele toca cada tomada diferente e, quando encontra o ponto de onde quer estar, fica tão concentrado. Ele também toma direção. Ele é inteligente o suficiente para realmente internalizar qualquer coisa que alguém lhe diga e, mesmo que tenha sido assustador dar orientação a ele, foi tão divertido porque ele era como um pedaço de barro. Ele era tão bom nisso. Mas isso dificultou muito a edição e eu tenho que dizer que os momentos que escolhemos foram por razões muito específicas… ele acabou de sair do forno.

 

Paul Wesley acabou de dirigir a Batwoman da semana passada e estávamos conversando sobre a ideia de atores dirigindo atores. Esse deve ser o paraíso para o elenco, porque você tem essa abreviação.

Sim. Paul e eu estávamos dirigindo ao mesmo tempo em Vancouver, então eu o vi quando ele estava dirigindo esse episódio. Na verdade, eu tenho tendência a me encontrar como atriz na direção trabalhando com diretores também atores ou que eram atores antes. Normalmente, é com aqueles que me encontro melhor trabalhando e entendendo a direção deles. E sim, é porque você sabe como o trabalho é abordado do outro lado. E espero que todos se sintam assim.

 

É um ótimo episódio. Tem todo o coração que Supergirl sempre teve. Tem a aventura. É tão legal assistir e pensar: “Oh, isso é realmente através dos olhos da Supergirl”.

E isso foi realmente importante para mim transmitir. Tenho tanta sorte de ter essa experiência e que, há cinco anos, que é uma grande parte da minha vida, tem sido tão significativa para mim. É quase como uma segunda pele para mim agora, esses personagens. E porque esse episódio realmente não se concentra nos personagens que eu interpreto, eu não queria perder a sensação de que era um episódio de Supergirl. Foi apenas um herói diferente para este episódio. E eu ainda queria esse tom.

 

Você também tem que dirigir uma cena no apartamento com Chyler [Leigh, Alex] e sempre que vocês estão no sofá, esse é honestamente o coração pulsante do show.

A gente também pensa assim.

 

E Chyler sempre foi sua maior fã, então estava torcendo por você?

Todo mundo foi tão solidário. Tenho tanta sorte porque nem sempre é verdade que os elencos se dão tão bem entre si ou são tão próximos da equipe deles quanto nós. É realmente uma grande família feliz. É um lugar muito aconchegante e me sinto muito feliz nesse aspecto. Eu senti apoio de todos os lados.

 

Chris dirigiu você e Carlos Valdes (Cisco, The Flash) em um breve, certo?

Sim. Isso foi um ano antes, mas foi ao HollyShorts Film Festival este ano.

 

Então é o próximo para você? Um curta-metragem?

Risos ] eu não sei. Eu definitivamente quero continuar dirigindo, seja em Supergirl ou em outro lugar. Eu realmente gostei e fiquei tão satisfeita com isso de forma criativa.

 

Ok, então, quantos hifens temos agora? Temos atriz-cantora-diretora-mãe-esposa-defensora. Espero que essa quarentena seja sua chance de fazer uma pausa!

Sim, isso está acontecendo. Estou assistindo muita TV e saindo com meu cachorro … tipo o que todos estamos tentando fazer. Ah, e eu estou cozinhando muito. Você conhece Milk Bar em Los Angeles? Christina Tosi [a proprietária e a chef] tem um site incrível, cheio de receitas, então eu estou meio que preparando minhas sobremesas. [ Risos ]

 

Supergirl, Domingos, 9 / 8c, The CW

 

Fonte: TVInsider

Tradução e Adaptação: Melissa Benoist Brasil

 

continue lendo
Layout criado e desenvolvido por Lannie.D - Hosted by Free Fansite Hosting @ 2020 - Melissa Benoist Brasil