Seja bem-vindo ao Melissa Benoist Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz Melissa Benoist, mais conhecida por interpretar a Supergirl na serie homônima. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu acima e divirta-se com todo o nosso conteúdo. Esperamos que goste e volte sempre!
ACESSE:

Vidas são tiradas todos os dias pelo simples fato de serem negras. Não importam o que eles estão vestindo, onde estão, o que estão fazendo. Eles estão sendo mortos.

Nossa equipe é formada por 14 mulheres, brancas, pretas e indígenas. A gente nunca vai saber o que nossas colegas passam. Somos banhadas em privilégio. Não sofremos com isso. Quando um policial aborda um preto ele é morto. Brancos nem chegam a ser abordados. Essa não é a realidade somente do Brasil ou Estados Unidos. Isso acontece o tempo todo em todo o globo.

George Floyd, João Pedro, Ágatha Felix, Breonna Taylor e incontáveis outros foram pessoas que tiveram suas vidas roubadas. Eles não estão mais aqui, porém, seus irmãos sim. A luta contra o racismo é constante. Precisamos usar nosso privilégio parar falar sobre isso.

Escutem ao próximo, aprendam com eles. Vamos fazer o possível para mudar a realidade na qual estamos inseridos. Usem suas vozes. Não permitam que esses acontecimentos se tornem algo comum. Confira abaixo links de petições para todos que puderem, assinarem e divulgarem em todas plataformas.

Black lives are taken every day by the simple fact that they’re black lives. No matter what they’re wearing, where they are, what they’re doing. Black people are being killed.

Our team is formed by 14 women, we are white, indigenous, black. We’ll never know what our colleagues going through. Some of us are bathed in privilege. We don’t suffer from it. When a cop approaches a black man he’s killed. White people don’t even get boarded. This is not the reality only at Brazil or the United States. It happens all the time in the entire world.

George Floyd, João Pedro, Agatha Felix, Breonna Taylor and countless others who had their lives taken. They’re not here anymore, but we are. The fight against racism is constant. We need to use our privilege to talk about it.

We have to listen to each other and learn with them. We’ll do everything we can to change the reality we’re inserted into. Use your voices. Yell for justice. Don’t let these events become something common. Check the petition links here for sign and please release it on all your social media. Sign and release it on all platforms.

Petições – Petition:

#BlackLivesMatter

#VidasNegrasImportam

ACESSE:

Supergirl percebe que para parar Lex Luthor e Leviathan, ela precisa trabalhar com alguém que ela nunca pensou que confiaria novamente – Lena. Nia continua sonhando sobre Brainy mas tem dificuldades em decifrar o significado dos sonhos. Enquanto isso, Brainy percebe que só há uma maneira de parar Lex.

O episódio 5×19 – ‘Immortal Kombat’ irá ao ar no dia 17 de Maio.

MBBR0002~137.jpg MBBR0003~122.jpg MBBR0004~114.jpg

[2015-PRESENTE] SUPERGIRL > QUINTA TEMPORADA > STILLS > 5X19 – IMMORTAL KOMBAT

David Harewood dirigiu o episódio escrito por Derek Simon.

ACESSE:

Supergirl e a equipe enfrentam Rama Khan e Leviathan. Enquanto isso, Lena e Lex devem unir forças quando o Projeto Non Nocere falha, deixando os dois irmãos em sério perigo.

O episódio 5×18 – ‘The Missing Link’ irá ao ar no dia 10 de Maio.

MBBR0001~158.jpg MBBR0002~136.jpg MBBR0005~99.jpg

[2015-PRESENTE] SUPERGIRL > QUINTA TEMPORADA > STILLS > 5X18 – THE MISSING LINK

Avi Youabian dirigiu o episódio escrito por Dana Horgan e J. Holtham.

ACESSE:

Melissa Benoist está prestes a provar que ela não é apenas uma super-heroína na frente da câmera.

 

A estrela de Supergirl, que literalmente interpreta Supergirl, está fazendo sua estréia na direção com o episódio deste domingo, e parece que ela não poderia ter conseguido um episódio mais complicado ou desafiador de dirigir. “Deus Lex Machina” conta a história de como Lex Luthor (Jon Cryer) se aproveitou de seu poder recém-descoberto após Crisis on Infinite Earths Prime, e como ele manipulou praticamente todo mundo e tudo ao seu redor para chegar onde ele e a história estão agora.

 

Isso significa que é um episódio cheio de flashbacks curtos, tudo como parte da história do plano mestre de Lex Luthor, e cabia a Benoist visualizá-los visualmente enquanto era a estrela do programa, que então anunciou um mês depois que estava esperando seu primeiro filho, não é grande coisa. 

 

“Eu me senti realmente preparada, apesar de ter recebido uma dose enorme de puro terror”, ela nos diz.

 

“Quero dizer, posso ser tendenciosa porque foi meu episódio e meu primeiro episódio dirigindo, mas sim, foi completamente assustador de ler”, diz ela. “Obviamente, fiquei muito empolgada também, mas como o tempo que temos voa e esse plano detalhado em que vemos Lex Luthor … sempre sabemos que ele tem um, mas foi bastante complicado manter tudo em ordem”. 

 

Ela começou escrevendo tudo linearmente. 

 

“Eu queria apenas logicamente entender como isso se encaixava no resto da temporada, porque ela segue Lex Luthor do dia após Crisis on Earth Prime, e você vê toda a perspectiva dele durante toda a temporada até este ponto”, ela diz. “Havia muito espaço para cobrir, e também o que nossos super amigos estavam fazendo e o que estava acontecendo com Lena e Kara e o que estava acontecendo com Leviathan, havia muito o que desenvolver”

 

Felizmente, Benoist disse que Jon Cryer é um profissional que conhecia todos os prós e contras de Lex Luthor, e ela tem uma equipe fantástica. Além disso, ela já sabe um pouco sobre o programa.

 

“Tive tanta sorte de estar lá desde o começo e conheço esse programa como a palma da minha mão”, diz ela. “Parece quase uma segunda pele para mim agora. Mas foi muito apoio de muitas pessoas que tiveram ideias, porque estamos em todo lugar neste episódio. Vamos para o espaço, estamos em todo o mundo, estamos em um milhão de lugares diferentes ao mesmo tempo. Mantendo isso em linha reta, foi preciso um círculo de pessoas”.

 

Entrando em sua parte

 

Benoist atua há 10 anos, portanto, ficar atrás da câmera apresentou desafios não apenas em aprender a dirigir e dirigir a ela mesma, mas ela percebeu que precisava usar roupas apropriadas.

 

“Quando você está atuando, você pode trabalhar em qualquer que seja, especialmente nas roupas de Supergirl. Ficamos muito confortáveis. Eu vou trabalhar de moletom. Eu não visto minhas roupas normais no trabalho. Eu estou vestindo elastano todos os dias ou saias e cardigans, então isso parece muito trivial, mas foi a primeira vez que vesti minhas próprias roupas para trabalhar em muito tempo e queria me sentir bem.” 

 

Então, o que um diretor veste?

 

“Eu usava muitos terninhos”, diz ela. “Peguei algumas dicas da Hillary Clinton e comprei alguns terninhos, e você sabe o quê? Isso fez a diferença. Tenho que dizer que fez a diferença. Me senti uma chefe.” 

 

Benoist também estava ocasionalmente dirigindo em seus trajes, incluindo o de Supergirl. E de alguma forma, no momento, ela nem percebeu o quão incrível isso era.

 

“A imagem com certeza é legal de se ver agora, em retrospecto … agora que você mencionou, isso é bem legal”.

 

Se você nos perguntar, não há nada sobre isso que não seja muito legal, embora Benoist tenha ocasionalmente mal tido um momento para pensar em quão legal era. 

 

“A gravidade me atingia em certos momentos em que eu apenas olhava em volta”, diz Benoist. “Houve um dia específico em que tínhamos muitos extras, uma tonelada de câmeras. Estávamos em um armazém enorme, e havia muitas partes móveis, e eu estava com meu traje, dizendo ‘ação’ antes de dizer minhas falas e chamando ‘corta’ após a cena, então momentos como esse, sim, houve alguma pressão nisso pessoalmente para mim “

 

“Esta foi a nossa quinta temporada, e nós acabamos de comemorar 100 episódios, então eu vivo com esse programa há algum tempo e é uma grande parte da minha vida”, continua ela. “Então, sim, houve momentos em que ele pousou em mim, e eu realmente senti realização e satisfação, o que eu realmente não me permito sentir, especialmente nesse show, porque quando a bola começa a rolar e o trem sai da estação, é uma espécie de trem de carga descontrolado, e eu não me vejo ficando muito introspectiva até depois dos fatos”.

 

Então ela vê um futuro como diretora?

 

“Eu adoraria fazer as duas coisas”, diz ela. “Eu achei isso realmente inspirador. Adoro contar histórias como atriz e também adoro poder contar histórias como diretora, porque era uma maneira muito diferente de abordá-las, e sinto que elas se informam.” 

 

E agora, para os fãs de Kara e Lena que esperam que elas estabeleçam sua amizade, eis o que Benoist tinha a dizer sobre esse par e as cenas que elas compartilham neste episódio:

 

Em Kara e Lena: 

 

“Essas cenas são recompensas para mim, não apenas porque eu amo trabalhar com Katie, mas o que eu acho que nosso programa faz muito bem e o que eu estou especificamente consciente no dia a dia é o que estamos dizendo sobre as mulheres, os relacionamentos e as amizades entre as mulheres, a irmandade, como as mulheres podem se apoiar ou quando as coisas dão errado e há mal-entendidos, como é o caso”. 

 

“A amizade de Lena e Kara em particular é de partir o coração para nós também, e às vezes é difícil atuar, mas também é importante, eu acho, mostrar às mulheres que é diferente quando duas mulheres discordam e não se dão bem e são realmente teimosas e não veem olho no olho. Como eles encontram esse meio termo? E eu acho que é o que as pessoas podem esperar daqui em diante: eles são capazes de fazer isso?”

 

Veremos!

 

Fonte: E!

Tradução e Adaptação: Melissa Benoist Brasil

Layout criado e desenvolvido por Lannie.D - Hosted by Free Fansite Hosting @ 2020 - Melissa Benoist Brasil